Sono em tempos de isolamento social

Mudanças de rotina, ansiedade, preocupação, adaptação ao home office e exposição exagerada às telas afetam diretamente o sono.

 

Estamos vivendo um momento histórico em nossa sociedade. Diante de situações como
essas, de isolamento social decorrente de uma pandemia, a ansiedade, o medo e as
incertezas nos invadem, levando a inúmeras consequências para nossa saúde, e as
alterações de sono é uma delas.
O sono é uma função importante para nossa saúde física e mental, pois ele permite não só a
restauração e recuperação energética do nosso corpo, mas também melhora do humor e
aprendizado. Em situações de estresse e alteração da rotina, mudamos também nosso
comportamento em relação ao sono, passamos a ter hábitos muitas vezes incompatíveis ou
que prejudiquem o inicio e a qualidade dele.
Os hábitos inadequados associados ao sono podem levar o cérebro a associar a cama, o
horário de dormir e seu quarto com situações aversivas e de estresse, levando a um aumento
da ansiedade e hipervigilância, dificultando assim o início do sono, podendo levar a várias
alterações como: insônia, pesadelos, sono agitado, sensação de sono não reparador,
alterações de ritmo de sono.
Diante da situação atual, dormir bem é uma estratégia importante para evitar o adoecimento
mental e físico. Mas como fazer isso frente à alteração da rotina, ansiedade e estresse?
Essa cartilha tem como objetivo apresentar algumas dicas e estratégias que podem ser
eficazes na melhora da qualidade do seu sono.

 

Confira, a cartilha:

Como manter a qualidade do sono em tempos de isolamento social

 

Siga-nos e curta: