Gratidão: exercício sistêmico

Sim, gratidão!

A gratidão diminui o medo. É a mãe de todas as virtudes. É a via primária de CONEXÃO e RECONHECIMENTO da força da vida. Já observou o que você experimenta no seu estado emocional quando diz, em verdade e com verdade, ” Obrigado”? Quando se concentra nas coisas do seu dia pelas quais você tem gratidão?

Todos os caminhos têm a bênção da vida. Mas quando trazemos a gratidão para perto, os milagres passam a ser diários. A nossa espiritualidade se materializa em nosso estado emocional, disso nenhum campo da ciência tem mais dúvida. Da filosofia a Neurociência. E isso não é pouco.

Sim, gratidão!

Te convido, então, a um exercício de auto-observação e de foco na gratidão: No final do seu dia, tire um tempo para se concentrar nos agradecimentos. Gere para si mesmo uma intenção (pelo caminho da leveza, sem colocar força mental e sem cobranças internas) de agradecer.

Faça 7 ciclos respiratório de profundos INSPIRANDO pela BOCA e EXPIRANDO pela BOCA E NARIZ. Depois imagine que você tem o poder de levar a sua respiração para dentro do seu coração. E agora RESPIRE através dos músculos de seu coração. Procure sentir os movimentos de contração e liberação de seu coração. Como se a própria vida estivesse pulsando aí.

Agora procure por 3 coisas do seu dia pelas quais você é grato. Pode ser algo muito simples (poder respirar / fila curta no supermercado / uma gentileza recebida / trânsito tranquilo na volta para casa). À medida que for surgindo a imagens, as memórias das coisas pelas quais você é grato diga mentalmente ” OBRIGADO”. E observe o que experimental no seu interior, no seu estado emocional.

Finalize o exercício em silêncio, acolhendo com CARINHO e dando lugar especial para cada coisa que encontrou.
Sim, gratidão!

 

Por Sérgio Batista, psicólogo da Cuidarte

(CRP 21/01373)

Siga-nos e curta: